Você venceu meu desafio de plantar árvores?

Postado em: 22 de Abril de 2018

Caro(a) rotariano(a),

No início deste ano rotário, apresentei um desafio incentivando todo rotariano a plantar uma árvore. Eu tinha duas metas, sendo que a primeira era óbvia: as árvores nos fazem bem. Elas absorvem gás carbônico e liberam oxigênio, apoiam a biodiversidade e aprimoram o solo, o clima e o nosso humor. Plantar árvores é um projeto maravilhoso no qual todos os Rotary Clubs trabalham juntos.

Pedi aos rotarianos que plantassem as árvores até hoje, o Dia da Terra — para aumentar a conscientização sobre questões raramente tratadas no Rotary. Embora não seja uma área de enfoque, o meio ambiente é uma realidade física que alicerça todas as áreas do trabalho do Rotary e, no entanto, por nossa conta e risco, ignoramos a importância do assunto.

Muitas vezes, abrir nossos olhos e mentes para questões ambientais significa passar de uma mentalidade de reação para de prevenção. O que é melhor, fornecer à comunidade uma alternativa à água contaminada ou realizar um projeto de saneamento para manter os contaminantes fora da água? É melhor tratar crianças com problemas respiratórios decorrentes da queima de lenha para cozinhar em ambientes fechados — e diminuir o desmatamento — ajudando famílias a encontrar outras maneiras de preparar suas refeições? As respostas são óbvias e o raciocínio por trás delas deve ser aplicado ao nosso trabalho. Para construir um mundo melhor, mais saudável e mais pacífico, precisamos de um planeta vigoroso.

Fiquei muito satisfeito de ver tanta criatividade e entusiasmo realçando este simples ato de plantar árvores. Os rotarianos uniram-se aos rotaractianosinteractianos e a outras organizações, para alavancar seu trabalho de modo a plantar o maior número possível de árvores e tirar o máximo proveito de cada uma delas. Em Chipre, associados do D2452 plantaram árvores em espaços públicos como o  Shade for Kids. Rotarianos no Distrito 3830, nas Filipinas, plantaram mais de 1.250 mudas em um dia juntamente com o grupo étnico formado pelos bataques. O Rotary Club de Rose Belle, nas Ilhas Maurício, decidiu elevar o patamar com a meta de um milhão de árvores plantadas até 2030 através do  Million Trees Project. Funcionários da Sede Mundial do Rotary, em Evanston, arrecadaram verbas para  plantar árvores em um santuário de pássaros das redondezas — e me convidaram para empunhar a pá! Eu não esperava que luvas de jardinagem se tornariam parte essencial do meu kit de viagem, mas me sinto honrado de participar dessas atividades durante as minhas visitas.

Gostei de ver estes projetos no Rotary Showcase e peço a todos que continuem a se empenhar, mesmo depois do prazo para alcance da nossa meta, e que cuidem de suas árvores até que prosperem por conta própria.

Alguns lembretes:

Inscrições para bolsas no Instituto IHE Delft de Educação para as Águas
A Fundação Rotária e o Instituto IHE Delft de Educação para as Águas trabalham juntos para combater a crise mundial de água e saneamento. Oferecemos até 10 bolsas de pós-graduação no campus de Delft na Holanda. Os bolsistas recebem diplomas de mestrado em recursos hídricos e saneamento urbanos, gestão de recursos hídricos ou engenharia e ciências hídricas, e têm a chance de trabalhar com seus Rotary Clubs patrocinadores em um projeto pertinente em benefício da comunidade local. As inscrições deverão ser entregues até 15 de junho. Para mais informações, examine o  kit de inscrição e os termos e condições da bolsa.

Prazo para inscrições aos Subsídios Globais para financiar bolsas de estudos
As inscrições aos Subsídios Globais para bolsistas que começarão seus estudos em agosto, setembro ou outubro devem ser entregues até 30 de junho.

Cordialmente,

Ian Riseley
Presidente do Rotary International, 2017-18

Localizar site dos clubes